"Dane-se" Ela disse ao fazer saltar as cartas do baralho que tinha acabado de reorganizar.  Não há sossego sem o caos. Não há...

Não

"Dane-se" Ela disse ao fazer saltar as cartas do baralho que tinha acabado de reorganizar. 
Não há sossego sem o caos.
Não há um só olhar gratuito no mundo. Não há um ato sem motivo.
Não há nem sequer voz se não houver silencio.
Não há caos sem sossego...

...Em qualquer hipótese. De qualquer forma... Simplesmente não há.

2 comentários:

  1. Gostaria de ser teu Caos........

    ResponderExcluir
  2. Depois EU que tive que recolher as cartas.

    ResponderExcluir