É escuridão completa, ainda que eu veja pontos de luz, faíscas momentâneas no meu plácido sossego. Vivo sem viver, a flutuar em sonhos i...

Nebulosa

É escuridão completa, ainda que eu veja pontos de luz, faíscas momentâneas no meu plácido sossego.
Vivo sem viver, a flutuar em sonhos inertes, dobras de espaço tempo que me entediam
De quando em quando, nesse universo, buracos negros dançam, formando nebulosas explosões de cor
E quando teu inconstante olhar, estrela incandescente, deita-se sobre mim, lua boba que sou, me ilumino!



Nota : a imagem acima é parte do projeto - adiado por anos - de ilustrar meus textos. Finalmente comecei. Que emoção,  depois de ilustrar 3456 coisas de todas as pessoas do universo eu resolvi ilustrar para mim! nem acredito.

2 comentários:

  1. Tu escreve muito bem! Eu não sei quantos eu li e não cansei
    É você nas fotos? Inteligencia e beleza assim?

    ResponderExcluir
  2. Tu continuas com a mesma ternura que encanta. Te admiro de todo o meu coração, e gosto quando postas novos textos, tão coração e escreves de uma maneira afável.

    Um beijo.

    ResponderExcluir