... e por nao caber em mim, abraço meus joelhos, me aperto corpo ao corpo, estremeçendo em dádivas, em cada extremidade de mãos entrela...

meu espirito se agita...



...e por nao caber em mim, abraço meus joelhos, me aperto corpo ao corpo, estremeçendo em dádivas, em cada extremidade de mãos entrelaçadas


o coração em chamas, os pensamentos incendiarios.

e entao...


...deixo que se acheguem, que aspirem o orvalho de minha alma.

Um comentário: