... e a rua terminava ali, nada mais. Noite fresca, transpirava gelo na minha pele nua. Um contorno surgiu à frente, e o reconheci logo, deu...

dei tres passos enluarados...

... e a rua terminava ali, nada mais.
Noite fresca, transpirava gelo na minha pele nua. Um contorno surgiu à frente, e o reconheci logo, deu alguns passos na minha direção e o vi por completo.
Ele tinha uma expressao vazia e os olhos virados, eu os via muito brancos entre as palpebras.

"anjo..." eu falei baixinho e ele ergueu a mão. Entendi que nao devia prosseguir.
Ele disse: "estou adormecido, nao diga nada."

Então seu rosto vazio se contorceu, eu vi uma tristeza imensa, maior que tudo, ou que o mundo inteiro pudesse ser. Qualquer coisa doeu no meu peito.

Ele suspirou e estremeceu, e entao falou: "Te amo, mas erro com você"

O sonho se desfez.

0 estranhos olhares: