e eu abro um dos seus cadernos e lá você me escreveu: "tu existe, anjo meu, e isso é deliberadamente a prova viva de que as pessoas sao...

saudades

e eu abro um dos seus cadernos e lá você me escreveu:
"tu existe, anjo meu, e isso é deliberadamente a prova viva de que as pessoas sao diferentes e nao podemos julgar que todas possuem o mesmo equilibrio quimico"

4 comentários: