(...) entao eles aprendem a falar entre os 30 e 45 anos de idade. Geralmente, sobre assuntos que conjecturaram durante muito tempo, ou pelo ...

humanos II

(...) entao eles aprendem a falar entre os 30 e 45 anos de idade. Geralmente, sobre assuntos que conjecturaram durante muito tempo, ou pelo menos durante toda a juventude. Chamamos este período de "fase larval".
Conquanto, alguns nao deixam esta fase, mesmo ja estando entre os 50 ou 60 anos, e permanecem discorrendo sobre os mesmos assuntos, eternamente. Os jovens de entao os identificam como "velhos chatos".
Há os que deixam a fase larval, e se dividem em dois grupos: o primeiro grupo fica mudo, estao cansados do mundo e pouquissima coisa lhes interessa, o segundo grupo fica quieto com frequencia mas nao é que nao pensem verdadeiramente em nada, eles apenas esperam momentos oportunos para deixar claro o quanto sao experientes, ou exigir que os mais jovens sejam orientados por eles.

Existem as exceções à regra. é claro. Mas estes se subdividem em uma serie de grupos ocasionados por rupturas em algumas areas de suas vidas modificadas na juventude. Geralmente essas pessoas acumulam admiração por parte dos jovens mas muito receio por parte das larvas.

2 comentários:

  1. nao paro de pensa q tu escreveu isso por causa de algum velho chato
    :P

    ResponderExcluir
  2. ... ainda que não tenhas conseguido (ou sequer desejado) contemplar todas as variantes... já foste genial nesta descrição!

    ResponderExcluir