Não sei bem quando nem por que, mas é fato que me cansei dos humanos. Já tem uns que reclamam, dessa minha exclusão dessa "grande coisa...

Coração

Não sei bem quando nem por que, mas é fato que me cansei dos humanos.
Já tem uns que reclamam, dessa minha exclusão dessa "grande coisa" que é a humanidade, mas olha, fora ter corpo, entre carne e músculos, ossos e tudo o mais, minha alma não é nada disso o que todos dizem que os humanos são.

Tenho sim um coração, gelado, parado e guardado. MAS é fato também que eu não sei me castigar, não sei sentir culpa e nos últimos tempos descobri que não sei amar.

E me cansei justamente por ver todos vocês se matando aos poucos, quando abandonam seus desejos e planos, e se castigam, por que consideram isso muito honesto.

Se eu posso dizer algo: abandonem as convensões, sejam felizes, vocês nao tem idéia do tempo que perdem, nenhuma; é hora de parar de se castigar.

Marcado na minha pele, esse coração enegrecido que eu tenho, tão do lado errado do meu peito quanto eu posso sentir.

2 comentários:

  1. Ah, eu já falei com você sobre isso, sobre o errar e ser punido. Sobre o universo ser mau e vingativo.
    Eu não sei se eu posso ter mudado, mas talvez, somente talvez, eu tenha deixado de me importar tanto com as coisas, 'ou me importo para deixar de me importar logo depois', principalmente no que se trata de você. É o tipo de pensamento que eu imagino que os pais deveriam ter depois de um tempo: "ela é adulta, deve saber o que está fazendo. Se não souber, então vai aprender"
    É estranho e sublime notar assim as pessoas, vê-las fazer escolhas, muitas vezes tão erradas, tão etéreas e sofrerem, mas eu também faço parte desse time tão humano, fadado à sepultar-se nas próprias contradições. É ainda mais belo notar você fazer essas pequenas escolhas, notar os detalhes e eu ainda sofro e me sinto culpada por você, mas aprendi a pedir perdão a mim mesma e a conceder esse perdão mesmo que forçadamente.
    É um exercício de paciência e auto-disciplina que dói, porque o fundo da minha mente ainda diz que ser livre é anormal. O que eu preciso é ser parar de ter medo e de criar teorias maravilhosas pras coisas. No fim das contas, Paris é só um monte de concreto, Roma é só um monte de pedras, Portugal é só um monte de igrejas, Alemanha é só um monte de pequenos jardins amontoados no meio de arranha céus.

    E no fim das contas, os humanos sempre perdem os objetivos.

    ResponderExcluir
  2. li mas nao consegui pesar em outra coisa alem da foto.. hahahaha

    ha, que se dane tudo, eu liguei agora o foda-se novamente... é melhor assim não é?!... viver, é só o que importa, pensar e formular teorias é perder tempo.

    bjo

    ResponderExcluir