... avó morreu" disse o desconhecido ao entrar no mesmo lugar em que eu estava, à pessoa atraz de mim. Mas ele disse assim, naturalme...

"minha...


...avó morreu" disse o desconhecido ao entrar no mesmo lugar em que eu estava, à pessoa atraz de mim.
Mas ele disse assim, naturalmente. E eu o julguei por isso, e me julguei também, por que eu sou fria demais quanto à morte.
Talvez eu me choque por que não espero que as demais pessoas tenham esta mesma reação fria.
E percebi o ciclo de substituições que a vida traz, ela se vai, deixou netos, e fim. (ou a continuação inevitável, sempre há alguém que deseja ter filhos.)
quando subi as escadas, os braços cheios de papeis e ainda incomoda por meu cabelo ter sido cortado, parei e observei o padrão que se formava entre o piso das escadas e o piso que eu via por entre os vidros da lateral da escada, no térreo.
Eu terei quem me substitua um dia? quem substitua meus pensamentos, minha forma de agir, sentirão minha falta?
Parece que nem com isso eu me importo de verdade, afinal, movida por minhas vaidades, que vão além de qualquer preocupação com a minha aparência, vaidades com o que crio e consumo, com o estético das situações, e seus cenários... eu poderia me importar de verdade?
NÃO.
As vezes acho que SE sinto algum amor, ele também é movido por vaidade, pois ele sempre espera que o outro tenha uma (re)ação, é claro.
Minha arte, minha escrita, vaidade, vaidade, coisa de "filha-única", neurótica, perfeccionista. tudo bem, encontro muitos por ai, com muita freqüência. Até alguns espelhos...


(e ela disse que quando mudamos por fora queremos mudar algo por dentro. Talvez não, talvez eu só precise mudar um pouco. O "por dentro" me satisfaz, o que eu preciso é do exterior, das pessoas, por que as vezes seus corpos são como que paredes, as mais seguras, mais intransponíveis, as que me farão me sentir viva e protegida (ou pensar isso) de mim.)

2 comentários:

  1. nao acreditava e acho que ainda tenho duvidas se acredito.. que tu fica com as coisas que eu(nao só eu) digo martelando na tua cabeça (tipo, trazndo pensamentos incomodos)
    pensar de mais faz mal....

    >.<

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir