parece tao magico, quando meu coração se fecha em si mesmo novamente, e como se fosse o correto, o mais acertado a ser feito, e o ceu se fe...


parece tao magico, quando meu coração se fecha em si mesmo novamente, e como se fosse o correto, o mais acertado a ser feito, e o ceu se fecha sobre mim tambem, e apartir dai constroem-se entao, alguns dias de pernicioso céu escuro e opressivo.

a chuva caiu por fim, estrondosa, a ponto de eu nao conseguir dormir a noite inteira. Passei alguns dias no vácuo adoravel do "nao pense em nada, vai passar", fiz coisas comuns, fingi nao estar ligando enquanto dentro de mim o temporal nao tinha ainda ido embora.

este ano recebi da vida só um premio adorável, a temperatura de 20º graus em pleno e pavoroso verão de janeiro Porto Alegrense. Pelo menos por uns dias.

quanto ao resto, as mais variadas decepções vieram e se foram, fora uma sobre a qual prefiro manter dentro de mim esperançosa de que a vida tome um rumo mais inverso e prefira realizar um pequeno sonho meu.

A decepção maior é com o proprio mundo, mesmo que falando sobre isso eu pareça uma inconformada total, mas ora vejam, quando eu começava a esqueçe-la, acabei parada em frente à escadaria, olhando para as folhas que voavam ali com o vento e pensando como os humanos podem esquecer-se tao rapido daqueles primeiros degraus, onde um recem nascido, com seu cordao umbilical, maculou o chao com a propria vida... faz tao poucos dias.

quem é que pensa na mae que fez isso? ela nao merece nem alguns minutos de pensamentos.
ja a criança, sem nome, ainda ligada ao que o ligava a vida, nao soube sobreviver na selva de cimento. tao poucos metros do péssimo hospital desta cidade.

Meu coração confuso nao sente pena nem disto, só a velha decepção. Bastou para que o ceu escurecesse novamente, cheio de nuvens roliças acasteladas.

me deitar na cama, o tempo ideal para passar a tarde roendo livros... esquecer a criança que uma mulher desconhecida esqueceu lá, no pórtico existente entre a vida e o mundo obscuro dos pensamentos suaves.

Um comentário:

  1. eai querida, como anda as coisas ae? vim aqui dar uma passadinha e tal..
    li o post, só que não quero comentar sobre ele, ahuahuuha, to rebelde..
    quero saber quando vamos sair juntas ?

    saudades, bjo ;**

    ResponderExcluir