é. até parece que dá para ser tudo ao mesmo tempo. fico pensando até quando nao vao criar uma lei que inclua por decisão de algum louco (...

as três rosas purpurinas

é.
até parece que dá para ser tudo ao mesmo tempo.
fico pensando até quando nao vao criar uma lei que inclua por decisão de algum louco (é claro) que uma criatura nao poderá ser, - por efetivo exercicio natural - duas, tres quatro, sem ter algum disturbio psicologico de percurso ou, obviamente genetico.nesse caso, é claro eu tenho alguma boa desculpa genetica. minha mae é bipolar, meu pai provavelmente sofre de algum disturbio que ainda nao deve ter sido pesquisado.enquanto isso

eu sou Eva ou Alice ou a Sami mesmo, a Garota Estranha.  e meus "amigos-crianças-irmãos-amados eternamente por mim" procuram psicologos. eis que uma psicologa de um abre uma porta bem a nossa frente e diz "conheço voces". um olhar de alto à baixo!

oh que maravilha! ela me conhece ... CONHECE? as vezes acho que é tudo uma grande brincadeira comigo.

Nao querida, voce nao me conhece, nem eu mesma me conheço bem.

E naaao a "free style girl" nao admite copias... cuidado.

e SIM é uma ameaça.

"para quem é a consulta?" a outra pergunta. eu aponto a eterna maçã verde sentada no sofá. Eu sei onde estou, e eu quero dançar ora bolas, para que essa musica tão animada em plena ante-sala vazia de um consultorio brega? quem é esta? a sami só. só e apenas a criancinha estranha e insolente.

a eva passa os dias sonhando, nada de absurdo acontece nesse paraíso constante de meus planos irrealizaveis.. logo vou sair do paraíso crianças, mordi a maçã vermelha e suculenta que é meu proprio coração!

e sobrou só a alice. só ela. ela anda por ai, sabe que todos sao loucos, mas nao se importa, ora, nao vai se importar enquanto puder fazer todas as perguntas que ela quiser.



as três rosas purpurinas. a mitologia, o sonhar, a respiração, e a dor dolorosamente deliciosa da maçã.






três é meu número ?

2 comentários:

  1. Ah, psicólogos me cansam, eles eram quando acho saberem tudo, quando generalizam a mente humana. De tanto saberem, acabam não sabendo nada.

    Eu como um observador - não tão atento quando eu gostaria - observo os mais diversos indivíduos e me irrito com pessoas simples, sem nada de interessante e com vidas medíocres e singulares.
    O mais legal da raça humana, é a enfermidade. De hora pensar uma coisa e hora outra. Isso pode deixar confusas as pessoas simples - de coração e de intelecto. Já outros apenas caem na paixão do interesse. No voyerismo involuntário e assim seguem, cuida suas vidas e dos outros.

    ResponderExcluir
  2. Urutcho o Rextahrrrrrrrgrrrrrr!
    :P
    rads was there

    ResponderExcluir